Prefeito se reúne com artista são pedrense Guaraci Gabriel

Durante toda a manhã desta terça-feira (21), o Prefeito Miguel Cabral esteve reunido com o artista são pedrense, Guaraci Gabriel. Juntos, eles partilharam memórias da Cidade de São Pedro e descobriram pessoas e acontecimentos em comum.



O encontro foi uma união de vontades. Miguel contou do anseio da população por uma obra artística que honre a memória do fundador da cidade, Chico Cabral. Já Guaraci tem o desejo antigo de presentear sua cidade natal com uma obra autoral, que faça menção às memórias vivenciadas enquanto residiu na cidade, com sua família.


“Não é apenas uma obra de arte, mas um sentimento. Ali eu estou colocando um pouco do meu pai, da minha família”, comentou o escultor. Ele ainda relembrou que São Pedro e o Monte Santana foram berços para sua arte.

“Eu sempre fazia questão de passar pelo monte e, às vezes, ia até de cavalo. Por ser muito religioso, eu gostava de ver os bonecos deixados lá pelos devotos. Quando chegava em casa, replicava eles em barro”, conta Guaraci.



Parceria

Esse foi apenas o primeiro encontro entre o artista e o governo municipal, visando a confecção de algumas peças a serem expostas na Cidade de São Pedro. Entre as ideias, estão uma escultura de Chico Cabral, uma obra para o Monte Santana e até mesmo uma peça dentro do Rio Potengi.


“O meu sonho não é ser lembrado amanhã, é ver a cidade se desenvolver, gerar renda própria e mudar a sua visão. Eu quero é que o povo cresça, evolua. Agora vamos estudar as possibilidades e trazer o trabalho de Guaraci para São Pedro o quanto antes”, explicou Miguel Cabral.



O Artista

Guaraci Gabriel iniciou seu trabalho com barras de sabão e barro. Despretensiosamente colocava sua arte no balcão da bodega da família e acabava vendendo. Estudou Edificações na antiga Escola Técnica Federal, onde conheceu o ateliê dirigido pelo professor Thomé Filgueira.


Da ETFRN começou a produzir esculturas de bronze, ferro, chapas metálicas, inseriu sucata em seu trabalho e ganhou o mundo chegando a expor em Cuba e na Áustria. Desde 1998 é o único potiguar no Guiness Book, pela maior obra de material reciclado do mundo - Guerra e Paz -, pesando 50 toneladas.



16 visualizações0 comentário